Arquivo da categoria: Captação de água da chuva

Casa da Taynã

Condomínio São Francisco 2, Tororó, Brasília, DF

Casa que apenas começa a ser planejada. Será uma edificação pequena, feita em superadobe, para jovem mulher e seu filho, com telhado vivo, sanitário compostável e captação de água de chuva.

Maquete eletrônica

Situação, locação, planta baixa, cortes e fachadas

Anúncios

Centro Vocacional Tecnológico da Mandiocultura

Araripina, Pernambuco

Projeto em estágio de anteprojeto, paralisado à espera de definições do contratante.
Terá paredes de adobes estabilizados com manipueira (subproduto) do processamento da mandioca, ventilação natural, coleta e aproveitamento de água de chuva, além de sanitário seco.

Plantas

Projeto para o Concurso do Parque das Aves

Brasília, DF
Projeto: 2005

Projeto de ocupação para o Parque das Aves, entre o zoológico e a estação da ponta da Asa Sul do metrô. Previa, além do paisagismo das áreas, o aproveitamento da água pluvial do final do Eixão Sul para abastecer e infiltrar-se em laguinhos no parque, tirando partido da topografia existente. Previa também um Centro Permacultural totalmente sustentável, com paredes portantes de barro (técnica do cob), coberturas viva e de palha, sanitários secos, e um grande Centro Cultural que seria uma grande passarela coberta com telhado vivo e estruturada em bambu.

Planejamento do sítio e vistas externas

Condomínio Ecológico Boa Nova

Alta Floresta, Mato Grosso
Projeto: 2005

Parcelamento de uma propriedade na periferia de Alta Floresta, MT, que prevê uma ocupação em curvas de nível, com aproveitamento da água pluvial e sistema de esgoto sustentável.

Planta baixa

Sítio Nós na Teia – Casa própria

Fazenda Taboquinha, Jardim Botânico, Brasília, DF
Projeto: 1997 Construção: 1998 até o momento
Projeto de casa ecológica modelo de implantação sustentável. Primeira de uma mini-ecovila a ser desenvolvida. Uso de madeira de reflorestamento, material reciclado (pneus e garrafas), implantação em curva de nível, telhado vivo, captação de água de chuva entre muitas outras coisas.

Vistas externas e interna

Samadhy Caminho Vital – Danuza Carlantônio Vanderlei

Núcleo Rural Rajadinha, Planaltina, DF
Projeto: 2004/05  Construção: 2005

Planejamento para implantação sustentável e permacultural do Projeto Samadhy Caminho Vital, espaço de saúde natural e planetária e também local de uma mini-ecovila para quatro famílias. Projeto arquitetônico e permacultural da casa de caseiro e da oca para eventos. Implantação de sistema de açudes para segurar água de chuva.

Vistas Oca

Casa da Shakty

Condomínio Verde, Brasília, DF
Projeto: 2005 Construção: 2005/6

Casa modelo de sustentabilidade, tem as paredes portantes de barro cru, executadas em taipa de pilão, sem colunas, pintadas com tintas à base de terra e cola. Possui ainda sanitários secos, sistema de aquecimento solar, captação de água de chuva e uma implantação que preservou o cerrado existente no terreno e respeitou a topografia.

Construção de paredes com técnica taipa de pilão

Fachada frontal e lateral

Acabamento com pintura natural

 

Casa na Chapada dos Veadeiros – Maria de Fátima Camargos

CAVALCANTE, GOIÁS.
PROJETO: 2011   CONSTRUÇÃO:  Em projeto.
Terreno localizado próximo a área de preservação ambiental – reserva Bacupari. A proprietária solicitou o projeto da casa de hóspedes, a ser construida antes da casa principal.
A estrutura integra pilares de concreto com vedação de tijolos ecológicos de adobe preparados com material do local.  Dentre as  técnica de bioarquitetura destacamos cobertura verde (em parte do telhado) e aquecimento solar de água.

.

Planta, fachada e corte

Casa de Andreia Bavaresco

RESIDÊNCIA NO CONDOMINIO SOLAR DA SERRA, CONJ.13, LT. 13
BRASÍLIA, DISTRITO FEDERAL

PROJETO: 2011     CONSTRUÇÃO: em projeto.

A localização da casa foi pensada de modo a aproveitar a única clareira existente e integrar-se com o relevo do lote.  

O projeto valorizou as belezas naturais ao privilegiar a vista da serra do Altiplano Leste nos quartos do andar superior e o contato direto com a mata na cozinha do andar inferior.  Também foi previsto telhado vivo, que servirá como terraço/mirante e será construído sobre laje de concreto. Nesse telhado poderá ser instalado um ofurô, além de jardins e terraço.

Estão previstas estratégias sustentáveis para o tratamento de esgoto, aproveitamento de água da chuva, aquecimento solar, entre outras. E está em pauta o uso da técnica de pau-à-pique para a construção de algumas paredes.

Situação, localização e planta baixo

Fachadas e cortes

Casa de Heloísa Doyle (reforma e adaptação)

SMDB, Quadra 2, Brasília, DF
Projeto: 2007    Construção: 2007
Ampliação da varanda de lazer a fim de incorporar a churrasqueira e a mesa de
ping-pong à varanda existente. Implantação de terraço com mirante em
madeira, para vista do nascente, já que a casa se volta totalmente para o
poente e implantação de sistema de calhas e reservatório de 60.000 litros para
armazenamento de água de chuva. Obras concluídas.