Arquivo da categoria: Paredes de Adobe

Casa de Luciana Paulino

Alto Paraíso, Goiás
Projeto: 2002/03

Projeto para duas casas octogonais que se integram em um espaço que pode evoluir para o núcleo de uma pousada em Alto Paraíso. Uso de eucaliptos colhidos na região e paredes de barro (adobe e pau a pique).

Maquete estrutural

Anúncios

Oca coletiva da Fazenda Caju

Fazenda Caju, Cavalcante, Goiás
Projeto: 2005/07

Projeto para um grande espaço que abrigará três famílias para temporadas de férias em Fazenda em Cavalcante. Estrutura de madeira com paredes de adobe, conta com um pátio interno e um grande quarto para cada família com mezanino, além do quarto dos hóspedes, áreas de convivência e serviço. Possui também torres de exaustão e troca térmica, sistema natural de ventilação e renovação do ar.

Cobertura e vistas externas

Casa de Cida Guerra

Córrego do Urubu, Brasília, DF
Projeto: 1998/99 Construção: 1999/2000

Casa para uma mulher e sua única filha. Construção pequena, de baixo custo, integrada à natureza, feita do modo mais natural possível: pequeno espaço com telhado em asa delta toda estruturada em madeira (eucalipto tratado) e as paredes em adobe do local. É um sobrado: em cima fica o quarto comum e embaixo a sala/cozinha, closet, banheiro e área de serviço, além de uma pequena varanda. Os ambientes debaixo que não estão sob o quarto possuem cobertura viva.

Vistas externas

Centro do Produtor

Alto Paraíso, Goiás
Projeto: 2000 Construção: 2000/01

Implantação de projeto para apoio e capacitação em técnicas agroecológicas do produtor rural da região de Alto Paraíso. Planejamento permacultural do terreno e construção do centro com materiais locais (adobe e eucaliptos), sanitários secos e viveiros integrados. Infelizmente, não foi concluído pela prefeitura.

Vistas externas

Casa de Ali Sharif

Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado (IPEC), Pirenópolis, Goiás
Projeto: 2001 Construção: 2001/5

Experiência de casa no IPEC a ser feita de adobe e com uso de cúpulas e abóbadas de tijolo, uma vez que seu habitante é de origem iraniana.

Vistas externa e interna

vistas externas

Oca dos cursos e sanitário compostável do Nós na Teia

Sítio Nós na Teia, Jardim Botânico, Brasília, DF
Projeto: 2005 Construção: 2005

Oca construída para realização de cursos entre outros eventos do sítio. Estruturada em eucalipto e cobertura de palha.

O sanitário compostável para atender aos visitantes foi executado utilizando as técnicas de ferrocimento, pau à pique e cobertura de palha.

Outra estrutura do Sítio é o espaço de retiro, projetado para atividades de recolhimento e meditação. As paredes são com tijolos de adobe e a cobertura de palha.

Oca - vista externa e interna

Sanitário compostável e espaço de retiro

 

Casa na Chapada dos Veadeiros – Maria de Fátima Camargos

CAVALCANTE, GOIÁS.
PROJETO: 2011   CONSTRUÇÃO:  Em projeto.
Terreno localizado próximo a área de preservação ambiental – reserva Bacupari. A proprietária solicitou o projeto da casa de hóspedes, a ser construida antes da casa principal.
A estrutura integra pilares de concreto com vedação de tijolos ecológicos de adobe preparados com material do local.  Dentre as  técnica de bioarquitetura destacamos cobertura verde (em parte do telhado) e aquecimento solar de água.

.

Planta, fachada e corte

Casa de Carla Cartocci

Condomínio Portal das Artes, Cavalcante, GO
Projeto: 2007    Construção: 2008
Casa goiana bastante próxima ao estilo vernacular de construir. Projeto ecológico: adobes estruturais feitos de barro local, sanitários secos, forno solar anexo à cozinha, captação de água de chuva, aquecimento solar de água, sistema de ventilação natural, tintas à base de terra local, entre outras características. 

Casa de Carol Amaral

Ecovila Flor das Águas, Cafuringa, DF

Projeto: 2008    Construção: 2008
Casa em ecovila situada em APA no Distrito Federal. Estrutura em madeira
recuperada de rios e fechamentos em adobes.

Casa de Alan e Isabel

Condomínio Ouro Vermelho 2, São Sebastião/Jardim Botânico, DF 
Projeto: 2008    Construção: 2008/09
Casa de baixo custo e com muitas características ecológicas.
Estrutura de madeira de reflorestamento, paredes em adobe, sanitário compostável e outros sistemas sustentáveis. Chama a atenção por ter sido projetada e construída adaptando-se completamente ao terreno, sem necessidade de terraplenos ou aterros com trator.